Um mapeamento de ações e projetos de artes, cultura e economia criativa compõem o ‘Roteiro das Artes’, revista digital lançada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa. Esta é a terceira edição do projeto, atualizado com os novos projetos e atrações do 57º Festival de Parintins.

A revista digital pode ser acessada pelo Portal da Cultura (cultura.am.gov.br) e pelo QRCode disponível no hall do Liceu de Artes e Ofício Claudio Santoro de Parintins, no Bumbódromo e, na Estação da Cultura, localizada na Praça da Catedral até o dia 30 de junho. 

O turismólogo do Liceu Parintins, Jair Almeida, integra a equipe de profissionais envolvidos na produção do ‘Roteiro das Artes’ e afirma que a revista começa a ser idealizada logo após o festival. “Tem toda uma equipe que faz esse planejamento e no mês de agosto nós já começamos a fazer a roteirização, por onde ele vai acontecer, de que forma ele vai ser colocado em prática”, destaca Jair. 

“Inúmeros artistas que não estão diretamente ligados aos trabalhos de galpões, do Caprichoso e Garantido, participam diretamente deste projeto. Então, na verdade, o roteiro das artes faz parte do circuito da cultura”, acrescentou o turismólogo. 

O conteúdo online traz um resgate da história dos 36 anos do Bumbódromo e dos 10 anos do Liceu de Parintins, além da ações do Circuito Cultural: Mural Patrimônio em Festa, Parintins Galeria Cidade Aberta, Visita mediada no Bumbódromo, Estação da Cultura – Povos Criativos, Feira de Economia Criativa, Roteiro das Artes, Trio Panavueiro, Panavueiro Fest e outras iniciativas que movimentam a Ilha Tupinambarana. 

Dentro da roteirização, o mural Patrimônio Cultural em Festa, assinado por Pito Silva, é uma das obras elencadas, assim como os 32 muros que compõem o projeto Parintins, Galeria Cidade Aberta. 

O artista Josinaldo Mattos, assina com os alunos do Liceu Parintins, o muro “Meu rio, minha rua, minha vida” e para ele, o formato digital da revista gera amplo alcance a nova geração de artistas de Parintins. “A visibilidade para o trabalho deles vai ser muito grande com o Roteiro das Artes na mídia digital. Para a gente é a valorização do nosso trabalho, é a oportunidade que o governo está dando pra mostrar o nosso trabalho, mostrar o nosso talento”, avalia o artista. 

“Com a visibilidade que o governo está dando pra gente, conseguimos ter trabalho o ano todo”, finaliza Mattos, que também é coordenador do núcleo de artes visuais e audiovisual do Liceu Parintins. 

Foto: Eduardo Melo (Liceu Parintins)

Deixe uma reposta

Por favor deixe seu comentário
Digite seu nome