A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 77ª Delegacia Interativa de polícia (DIP) de Novo Airão (a 115 quilômetros de Manaus), prendeu, na quinta-feira (16/11), um homem, 38, por estupro cometido contra uma jovem de 18 anos. O crime ocorreu no início de novembro deste ano, naquele município.

Conforme o delegado Mateus Moreira, titular da unidade policial, o homem teria tido contato com a vítima na condição de professor. Na ocasião do delito, o homem teria dado uma carona à vítima e, em determinado momento, desviou o caminho para uma área deserta e a abusou sexualmente.

“Devido ao fato criminoso, a vítima ficou bastante traumatizada a ponto de não se alimentar. Assim que recebemos a denúncia, verificamos a vida pregressa do indivíduo – que já responde a outro processo pelo mesmo crime – e representamos pela prisão preventiva dele”, disse.

De acordo com o titular, o infrator foi preso na avenida Almerinda Malaquias, no bairro Nova Esperança, em Novo Airão. Quanto ao seu histórico criminal, em junho deste ano, ele foi indiciado por estuprar uma adolescente de 16 anos e, inclusive, já teria sido denunciado pelo Ministério Público.

“Ele teria tido contato com a vítima na condição de enfermeiro, pois ele costumava entregar fitas para medição de glicose para a genitora da vítima. Como a adolescente ficava sozinha em casa no período noturno, em razão da sua mãe estudar a noite, ele se aproveitou de uma dessas ocasiões para cometer o crime”, contou.

O indivíduo responderá por estupro e ficará à disposição da Justiça.

FOTOS: Divulgação/PC-AM

Deixe uma reposta

Por favor deixe seu comentário
Digite seu nome