A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Eirunepé (a 1.160 quilômetros de Manaus), prendeu em flagrante, na terça-feira (11/06), três indivíduos envolvidos no homicídio de Francisco Sulino Neto, conhecido como “Biró”, que tinha 38 anos. As prisões aconteceram em diferentes locais no município.

Os autores foram identificados como Antônio Anderson Gomes de Lima, conhecido como “Andino”, 19; Carlos Guthierre Costa Hanan, 30; Ícaro Pereira de Azevedo, 20.

Conforme o delegado Rodolfo Sant’Anna, da DIP de Eirunepé, o crime ocorreu em razão de furtos que o irmão da vítima teria cometido contra Carlos Guthierre. Na ocasião do homicídio, os autores confundiram o alvo.

“O mandante do crime foi o Carlos e o alvo seria o irmão de Francisco, de 24 anos. Inicialmente, o mandante contratou o Andino para agredir e arrancar um olho do alvo, e este chamou Ícaro para ajudá-lo”, disse.

Segundo o delegado, os autores avisaram que não podiam executar o plano pois haviam muitas pessoas com o alvo, no momento do crime. Então, o mandante autorizou que matassem quem estivesse com ele.

“Os autores viram a oportunidade e convidaram a vítima para consumir drogas e bebidas, momento em que deferiram uma única facada no pescoço Francisco, que era irmão do verdadeiro alvo do mandante Carlos”, falou.

De acordo com o delegado, o homicídio ocorreu na Ponte do Abacabal e o mandante ainda foi à delegacia na tentativa de ludibriar as investigações, ao pedir informações sobre a morte da vítima. Os infratores foram localizados em diferentes locais de Eirunepé, no mesmo dia do crime.

Os indivíduos responderão por homicídio qualificado e ficarão à disposição da Justiça.

FOTO: Divulgação/PC-AM

Deixe uma reposta

Por favor deixe seu comentário
Digite seu nome