A pré-candidata à Prefeitura de Manaus pelo partido Novo, Maria do Carmo Seffair, mostrou que não irá tolerar ataques políticos sem dar uma reposta à altura. Neste sábado, 6/7, ela usou suas redes sociais para mandar um recado direto ao vereador Sassá (PT), conhecido como Sassá da Construção, que na última sexta-feira, 5, esteve incitando trabalhadores do Tropical Hotel Amazônia, um dos empreendimentos do Grupo Fametro e que está sobe o comando da empresária.

“Oportunista que é, chegou para fazer palanque de quinta categoria na porta da minha empresa a bordo de carros de luxo, uma SW4, que nem sequer está no seu nome e, provavelmente, está sendo paga por nós, cidadãos, pelos trabalhadores que diz defender”, disparou Maria do Carmo, na publicação que mostra a presença do vereador na entrada principal do hotel.

A dura resposta da pré-candidata, conhecida como uma mulher de coragem, ética e com grande experiência em gestão, foi motivada pela tentativa do vereador Sassá em fazer da obra do novo Tropical Hotel palanque eleitoreiro. “A dona Maria do Carmo tem um discurso bonito, mas não paga o trabalhador”, insinuou o vereador para um pequeno grupo de operários. A fala foi registrada em vídeo que circula em grupos de mensagens instantâneas.

Além de não conseguir adesão da maioria dos mais de 500 trabalhadores do Tropical, Sassá ainda foi cobrado pela reitora da Fametro por sua omissão na Câmara Municipal diante dos inúmeros problemas de Manaus e da ineficiência da atual gestão da prefeitura para atender às necessidades da população.

“Eu sou Maria do Carmo Seffair, empresária, advogada e estou pré-candidata à Prefeitura de Manaus sim. Foram pessoas como o senhor [Sassá] que me incentivaram a sair do anonimato do meu trabalho pra vir para vida pública […], porque eu não vejo o senhor como vereador reclamando do prefeito pela falta de medicamento nas UBSs, do suco e bolacha servidos aos filhos dos trabalhadores que o senhor diz defender, da falta de creche e nem dos ônibus cacarecos que os trabalhadores são obrigados a pegar para trabalhar”, questionou a pré-candidata.

Maria do Carmo ainda lançou o desafio: “Eu consigo provar o pagamento dos trabalhadores da obra, mas o senhor consegue provar onde despejou um milhão de reais em um instituto chamado Doctor D? Estou cobrando o Ministério Público por providências”.

A indignação da pré-candidata a prefeita de Manaus é pela maneira suja com que a política vem sendo tratada, com ataques e promessas vazias. “Ninguém engana mais ninguém e estou trabalhado para diminuir, cada vez mais, o número de políticos que se aproveitam da miséria alheia para enriquecer. Venha pra rua prestar conta do que fez nesses quatro anos. Eu jamais contrataria uma pessoa como o senhor para trabalhar nas minhas empresas”, finalizou Maria do Carmo.

Veja a publicação na íntegra: https://www.instagram.com/reel/C9GUvutPn2R/?igsh=MTZxYjJndWVhd25qcA==

Foto: Divulgação

Deixe uma reposta

Por favor deixe seu comentário
Digite seu nome