Base Arpão apreende mais de uma tonelada de pescado ilegal

Durante as fiscalizações em embarcações que trafegam no rio Solimões, os agentes da Base Arpão flagraram crime ambiental na noite de quarta-feira (08/09) e prenderam um homem, identificado como proprietário do barco. Após a revista, foram apreendidos nove ovos de tracajá, dois potes com banha de peixe-boi, 349 quilos de pirarucu e mais de uma tonelada de pescados variados.

A apreensão ocorreu na embarcação Miss Mary, oriunda do município de Juruá (a 674 quilômetros de Manaus) com destino a Manaus. As espécies são protegidas por lei e só podem ser comercializadas com licenciamento ambiental.

De acordo com o relatório da ocorrência, no momento em que os policiais questionaram o proprietário da embarcação sobre a documentação que comprovasse a origem do pescado, o homem informou que não era o originário e não possuía os documentos obrigatórios.

O responsável pelo material foi detido e conduzido à Delegacia de Polícia Civil da Base Arpão, onde prestou depoimento. O pescado apreendido também foi levado à unidade policial e posteriormente, foi doado para as comunidades próximas a base, além de entidades filantrópicas de Coari.

 

Base Arpão – Coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), a unidade tem atuação integrada de efetivos das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), Polícia Federal, Força Nacional e Secretaria de Operações Integradas (Seopi), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

 

FOTOS: Divulgação/SSP-AM

Tags

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar