Três festas clandestinas foram encerradas durante o fim de semana

Entre a noite de sexta-feira (06/08) e a madrugada de hoje (09/08), a Central Integrada de Fiscalização (CIF) encerrou três festas clandestinas que aconteciam em Manaus. Ao todo, a CIF vistoriou 41 estabelecimentos. Destes, 17 tiveram suas atividades encerradas e três foram autuados por descumprimento do decreto governamental com medidas de prevenção à Covid-19.

Na sexta-feira, no sítio do Pica-Pau Amarelo, bairro Tarumã, zona oeste da capital, uma festa clandestina foi encerrada. No momento da chegada dos agentes no local, cerca de 500 pessoas estavam no ambiente, promovendo aglomeração. O responsável pelo evento foi encaminhado para o 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Na noite de sábado (07/08), os agentes da CIF encerraram a festa clandestina “Me Faz Feliz Sunset”, que estava sendo realizada em um sítio localizado no bairro Tarumã. Mais de duas mil pessoas estavam no local.

Uma festa clandestina que acontecia no Atlético Rio Negro Clube, localizado na avenida Epaminondas, no Centro, zona sul da capital, foi encerrada pelos fiscais da CIF. No local, havia cerca de 500 pessoas. Ainda no Centro, o Bohemia Bar teve suas atividades encerradas pela CIF. O local foi autuado pelos agentes do Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM).

Os bares Fire Will, bar das Coleguinhas, bar do Ceará e bar Caminho de Casa, promoviam aglomerações. Os estabelecimentos tiveram suas atividades encerradas e as pessoas que estavam nos locais foram dispersadas. No domingo (08/08), os estabelecimentos Resenha do Marquinho, Boteco do Flamengo, Bar dos Amigos, Motorcycle Pub, Ponto 1000 e Forró de Nós, tiveram suas atividades encerradas pelas equipes da CIF.

 

CIF fluvial – Na tarde de domingo, a CIF fluvial realizou a fiscalização em dez flutuantes, para verificar se os locais estavam cumprindo o decreto governamental. Nos locais vistoriados não foram constatadas irregularidades e os agentes realizaram apenas orientações.

 

FOTOS: Pelegrine Neto/SSP-AM e Tarcísio Heden/SSP-AM

Tags

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar