Prefeitura reativa espaço na galeria dos Remédios e oferece qualificação

A Prefeitura de Manaus reativou o espaço de capacitação da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), instalado na galeria dos Remédios, localizada na rua Miranda Leão, Centro, a fim de potencializar a qualificação de microempreendedores das galerias populares. Nesta segunda-feira, 5/7, um total de 50 permissionários deu início ao curso “Novas estratégias para atrair clientes em tempo de Covid-19”, que segue até sexta-feira, 9.

“O prefeito David Almeida determinou a retomada das atividades neste local, que foi desativado ainda em dezembro do ano passado. Com o retorno das capacitações presenciais da Espi, foi possível colocar em funcionamento novamente este espaço. Todas as ações aqui realizadas visam o crescimento econômico da cidade de Manaus”, ressaltou o titular da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), a qual a Espi é vinculada, Ebenezer Bezerra.

O objetivo do curso é apresentar aos participantes um conjunto de ações estratégicas nas áreas que contemplam o comércio varejista, especialmente aquele realizado nas galerias populares, administradas pela Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc).

“Essa iniciativa traz movimento à galeria, que é o que nós queremos, a união dos esforços para dar uma resposta melhor à sociedade. A forma mais exitosa que nós encontramos foi proporcionando conhecimento, ensinando o caminho. Uma ação muito positiva, que só traz ganhos aos microempreendedores”, destacou o titular da Semacc, Renato Júnior.

Conteúdo

As aulas que tiveram início nesta segunda-feira, também acontecem na quarta, 7, e sexta-feira, 9, no horário de 15h às 18h. Ao final do curso, os participantes receberão certificação emitida pela Espi/Semad.

“A realização desse curso aconteceu ainda no início da gestão, na etapa de planejamento das ações, quando enviamos às secretarias e órgãos municipais um levantamento de necessidades de capacitação. A Semacc nos solicitou e de prontidão foi atendido, considerado o trabalho que a pasta tem feito”, pontuou o diretor-geral, da Espi, Júnior Nunes.

A ação integra a temática “Crescimento Econômico”, implementada na Espi/Semad sob orientação do prefeito David Almeida. A proposta é atender microempreendedores, capacitando esses profissionais, para que aprimorem a relação com clientes e fornecedores, aprendendo novas técnicas e estratégias do comércio varejista para prospectar clientes.

“Como colaboradora da galeria dos Remédios, esse curso veio em bom momento, no sentido de abrir portas e nos possibilitar ter conhecimentos de novas ferramentas e como podemos atuar no mercado e ter possibilidades de melhores negócios, assim como melhorar a nossa qualidade de trabalho e serviços”, afirmou a microempreendedora Neyla Ribeiro, participante do curso.

Visando à busca de melhores resultados por meio da utilização de ferramentas digitais para vender em tempos de pandemia, o curso terá duração de 9 horas. O conteúdo programático contempla temas diversificados: “O que é estratégia”; “Empreendedorismo”; “Shopping popular”; “De camelô a empreendedor: uma mudança de identidade”; “Tendências de mercado”; “Marketing eletrônico”; “Tipos de comércio eletrônico”; “O que é necessário para se ter uma loja on-line”; “Estratégias de propaganda”; “Planejamento de marketing na internet”; “Identificando a necessidade do cliente”; e “Tipos de clientes”.

— — —

Texto – Divulgação / Semad

Fotos – Altemar Alcântara / Semcom

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar