“Vacina Amazonas”: Chefa leva colaborador para ser vacinado no mutirão

“Todos vacinados”, é assim que a diretora de uma escola de inglês, Luciete Figueiredo, deseja que seus funcionários e familiares estejam. Para ajudar nesse processo, nesta quarta-feira (30/06), trouxe o professor Breno Paiva, 28, para o mutirão “Vacina Amazonas”, organizado pelo Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus, no drive-thru da Arena da Amazônia.

Breno contou que para ele é um momento de muita emoção e felicidade. “Depois de um ano e meio de expectativa é maravilhoso estar aqui. Principalmente, sabendo que futuramente vou matar a saudade dos meus amigos, gente que não vejo a tanto tempo”, ele conta que soube do mutirão pela mídia e quis vim correndo para receber a sua dose, por isso, pegou uma carona com a chefa.

Luciete falou sobre a satisfação deste momento, ela que já tomou as duas doses, conta que é um prazer contribuir para o colaborador se vacinar. “É maravilhoso, um momento muito importante para nos unirmos em prol da vida, temos que estar todos vacinados, eu trouxe ele agora e mais tarde trarei minha filha também”, ressaltou.

Vacinação – Arena da Amazônia, Sambódromo e Vasco Vasques seguem recebendo a população a partir de 27 anos para vacinação contra a Covid-19. No Sambódromo, o mutirão iniciou às 9h de terça-feira e segue até as 18h de quarta-feira, com 33 horas de vacinação sem intervalos. O Vasco Vasques, assim como a Arena da Amazônia, começou a atender a população às 18h de terça e segue até as 18h de quarta-feira. Os postos da Prefeitura de Manaus funcionam no horário habitual.

A população a partir de 27 anos que for a um dos pontos de vacinação deve apresentar, obrigatoriamente, documento original com foto, CPF, e comprovante de residência (original e cópia).

 

FOTO: Daniel Oliveira/SES-AM

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar