CPI ampliará dias de reuniões para dar celeridade aos trabalhos

Durante trabalhos desta quarta-feira, o presidente do colegiado, senador Omar Aziz (PSD-AM), também anunciou a antecipação do depoimento do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC-AM) para a próxima quinta-feira, 10/06

A partir da próxima semana, a Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia (CPI da Pandemia) ganha mais um dia de reunião e passará a acontecer de terça a sexta-feira. A decisão, segundo o presidente do colegiado, senador Omar Aziz (PSD-AM), visa dar celeridade e concluir os trabalhos sem precisar ultrapassar o prazo de 90 dias. O parlamentar também anunciou a antecipação do depoimento do governador do Amazonas, Wilson Wilson (PSC-AM), do dia 29 para o dia 10, na outra quinta-feira.

“A CPI é muito dinâmica e entendemos que nós temos menos de 60 dias para fazer as investigações necessárias. Esta decisão foi tomada baseada no tempo e nós queremos terminar a CPI em 90 dias. Nós não queremos prorrogar a CPI”, explicou o presidente do colegiado.

Nesta quarta-feira, 02/06, a CPI ouve a médica infectologista e ex-secretária extraordinária de enfrentamento à Covid do Ministério da Saúde (MS), Luana Araújo.

Depoimentos da próxima semana

Os trabalhos da próxima semana iniciam, na terça-feira, 08/06, com o depoimento do atual ministro da Saúde (MS), Marcelo Queiroga. A reconvocação foi aprovada, no último dia 26, após manifestação realizada, no domingo anterior, 23/05, no Rio de Janeiro, com a participação do presidente Jair Bolsonaro e do ex-ministro Eduardo Pazuello, o que ocorreu em desacordo com as orientações do órgão federal de saúde, no combate à Covid-19. Pazuello também será ouvido novamente na CPI, em data a ser definida.

Na quarta-feira, 09/06, será o depoimento do ex-secretário executivo da Saúde, Antônio Élcio Franco, que participou de reuniões com farmacêuticas sobre a oferta de vacinas.

Com a antecipação do dia 29 para o dia 10, na quinta-feira, será a vez do Governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC-AM), ser ouvido. O chefe do executivo estadual deverá dar explicações sobre a crise sanitária vivida no Estado, que culminou com a falta de oxigênio e o colapso do sistema de saúde no início deste ano, bem como sobre possíveis irregularidades em contratos feitos com recursos originados da União.

Uma das motivações para o adiantamento da oitiva de Wilson Lima foi a nova operação da Polícia Federal (PF), deflagrada nesta quarta-feira, 02/06, para apurar gastos do estado, na pandemia. “Estou remarcando a vinda do governador do Estado do Amazonas para a próxima quinta-feira. Seria o ‘Markinhos Show’, mas peço a Mesa para convocá-lo (o governador) para prestar esclarecimentos à CPI e o ‘Markinhos Show’ estará em outra data”, declarou o senador Omar Aziz, durante os trabalhos desta quarta-feira.

Fotos: Ariel Costa

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar