População fez 3,3 mil denúncias contra o crime às Polícias do Amazonas

Relatos sobre tráfico de drogas lideraram o ranking de ligações ao disque-denúncia 181, da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). De janeiro até abril deste ano, o serviço de apuração policial contabilizou 3.328 ligações da população com informações sobre a criminalidade no Amazonas. Depois do comércio criminoso de entorpecentes, aparecem os casos de maus-tratos a animais e a pessoas idosas.

De acordo com os dados da Secretaria Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), que administra o serviço, a população realizou uma média de 28 ligações diárias informando a polícia sobre atividades suspeitas. Das 3,3 mil chamadas, a maioria foi com reclamações sobre tráfico de drogas, englobando um total de 1.129 ligações. O número significou 33,9% de todas as denúncias recebidas pelo 181 no período.

Na sequência, aparecem as denúncias referentes aos maus-tratos a animais, com 512 ligações. Já os casos de violência contra a população da terceira idade acumularam 226 telefonemas nos primeiros quatro meses de 2021. O serviço da polícia também recebeu denúncias sobre violência contra crianças e adolescentes, foragidos da justiça, crimes ambientais e outras dezenas de ações criminosas.

Todos os relatos são encaminhados para apuração pelos Distritos Integrados de Polícia (DIPs), responsáveis pela investigação de crimes nos bairros, ou pelas delegacias especializadas, que atuam na elucidação e combate de crimes de maior vulto, como é o caso do homicídio e tráfico de drogas.

Segundo o delegado Torquato Mozer, titular do 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), as denúncias da população ao 181 têm sido fundamentais para o processo de investigação e cruzamento de informações. O 30º DIP é responsável pela investigação de crimes que ocorrem na região do Jorge Teixeira, na zona leste de Manaus.

“Na verdade, o disque-denúncia é uma ferramenta fundamental para a investigação, pois com ele conseguimos informações relevantes. Também podemos fazer o cruzamento de informações do sistema por denúncias com aquelas informações que você tem na rua, resultando em uma qualidade maior dentro do processo investigativo”, salientou o delegado.

O serviço de denúncias telefônicas da SSP-AM funciona gratuitamente e está disponível para a população de todo o estado. A denúncia pode ser feita através de celular ou telefones convencionais. Não há registro do telefone do denunciante. As ligações são sigilosas.

 

Ação ‘Pronta Resposta’ – O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, determinou a apuração célere das denúncias realizadas pela população com a criação da ação “Pronta Resposta”. A meta é ampliar a verificação das informações repassadas pelas comunidades aos serviços 181 e pelo site da SSP, no www.ssp.am.gov.br.

Pelo site da SSP-AM, a população também faz denúncias anônimas. No serviço de mensagem, o cidadão deve relatar o nome da rua, bairro e número do local onde ocorreu o crime. Se possível, fornecendo nome ou apelido de pessoas suspeitas de atividades criminosas. Pode ainda adicionar fotografias e vídeos na denúncia, que também é sigilosa.

Para acionamentos emergenciais da polícia, a população deve ligar para o 190.

 

FOTO: Divulgação/SSP-AM

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar