Guerreira: Paciente de 92 anos recebe alta depois de 10 dias com Covid

O Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto concedeu alta, nesta sexta-feira (16/04), à Dona Maria Lima da Silva, 92 anos, após sete dias de internação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por conta da Covid-19. A idosa possuía 60% do pulmão comprometido e 40% em alto processo de infecção, quando deu entrada na unidade de saúde.

Esta é mais uma vitória para Maria Lima da Silva, a idosa já passou por um procedimento cirúrgico para colocação de ponte de safena e já venceu um câncer de colo do útero. “Eu ganhei uma grande vitória. Graças a Deus fiquei boa, mas também não vou facilitar”, afirmou.

Sob a supervisão de um infectologista, o tratamento teve início em casa, mas o auxílio de oxigênio foi necessário e Dona Maria teve que ser transportada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), para o 28 de Agosto, onde recebeu reforço no tratamento e o imprescindível oxigênio.

A paciente ficou sob os cuidados da equipe médica e de enfermeiros do hospital, que fizeram a aplicação e monitoramento da medicação para o controle do avanço do vírus. A idosa não precisou ser intubada, o que acalmou o coração da família.

Lene Bastos, filha de Dona Maria, disse que em nenhum momento perdeu a fé e agradeceu ao empenho da equipe. “Foi doloroso pra gente. Passamos por uma situação difícil, mas não desisti e não vou desistir da minha mãe. Para mim, depois de Deus é ela. E sempre vou cuidar da minha mãezinha com muito amor”, relatou.

 

Força-tarefa – A Diretora do HPS 28 de Agosto, Júlia Marques, ressaltou o empenho de sua equipe médica. “Ninguém sozinho consegue uma alta como esta [de Dona Maria], que enche o nosso coração de alegria, é algo maravilhoso para todos nós. Não só a família ganha, mas toda a equipe”, salientou.

Júlia Marques reforçou que, mesmo com toda a capacitação da equipe e toda a estrutura que o Governo do Estado proporcionou para receber esses pacientes acometidos de Covid-19, a população precisa manter os cuidados. “A Pandemia não acabou. Continue usando máscaras e álcool em gel, que evite aglomeração”, alertou.

O Enfermeiro Rodrigo Nobre, que cuidou da paciente, falou sobre a alegria de devolvê-la recuperada aos familiares. “Para nós é muito motivador uma alta de Covid-19, como a da Dona Maria, porque é uma satisfação entregar esse paciente à família”, disse.

 

FOTOS: Arthur Castro/Secom

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar