Governo do Estado retoma obras do Prosamim no igarapé do 40

As obras estavam suspensas em cumprimento ao Decreto do Governo do Estado, que ampliou as medidas no combate à disseminação do novo coronavírus no Estado

O Governo do Estado, por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), retomou nesta semana, a intervenção do Programa Social e Ambientais dos Igarapés de Manaus (Prosamim), no leito do igarapé do 40, que se encontrava suspensa devido ao decreto n° 43.303, que ampliou as medidas de restrição em virtude da disseminação do Covid-19, permitindo apenas a execução de obras e serviços de engenharia relacionados à saúde.

A intervenção está sendo retomada gradualmente nesta semana, seguindo todos os protocolos de segurança, com reforço na higienização dos contribuintes, disponibilização de álcool em gel e uso obrigatório de máscaras. Desde março de 2020, quando foram registrados os primeiros casos de Covid-19, as obras executadas pela UGPE já vinham adotando os protocolos de segurança nos canteiros.

A requalificação urbanística desse trecho do igarapé do 40 está localizada entre as avenidas Silves e Maués, nos bairros Japiim e Cachoeirinha. No local, o Prosamim vai construir uma nova via, para os motoristas que seguem do distrito industrial no sentido da área central, por uma nova via que interligará a avenida Silves à Maués, através da Manaus Moderna.

A obra de mobilidade urbana contemplará a criação de novas áreas de convívio social e prática esportiva, como também a reforma e adequação dos campos do Betaião e Noroeste, recomposição da fauna do local, através do plantio de mudas e áreas verdes.

A engenheira civil da UGPE, Tatiana Lachi, afirmou que nessa retomada gradual das obras, a construtora contratada está com 25 operários atuando na obra; e vem obedecendo os protocolos de combate a disseminação do Covid-19.

“Nesse momento de retomada gradual das obras, estamos executando o colchão de reno na margem esquerda do igarapé, secando a água acumulada das chuvas, como também, executando a terraplanagem da margem direita que já foi desapropriada”, afirmou a engenheira.

O coordenador executivo da UGPE, engenheiro civil Marcellus Campêlo, afirmou que “a conclusão desta intervenção no igarapé do 40 proporcionará uma importante contribuição para os motoristas que trafegam pela avenida Silves, no sentido do distrito, como da área central da capital”, afirmou.

FOTOS: Tiago Corrêa / UGPE

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar