Instituto inicia em Manaus estudo com vacina BCG para Covid-19

Pesquisa da instituição, vinculada à Fundação de Medicina Tropical, faz parte do estudo internacional Brace Trial

O Instituto de Pesquisa Clínica Carlos Borborema (IPCCB), da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), iniciou nesta quarta-feira (27/01) um estudo que irá avaliar se a vacina BCG pode reduzir os impactos da Covid-19 em trabalhadores de saúde.

O recrutamento de participantes está sendo realizado na FMT-HVD e, em breve, em outras 12 unidades de saúde de Manaus. Os interessados devem se inscrever pela internet ou entrar em contato por ligação ou mensagem de WhatsApp pelo (92) 98526-0571.

Podem participar do estudo trabalhadores da saúde que realizam atividades em ambiente de assistência médica ou tenham contato pessoal com pacientes e que não foram previamente diagnosticados com Covid-19 por exame de swab. Quem participar do estudo não fica impedido de tomar uma das vacinas específicas para Covid-19 aprovadas pela Anvisa.

A BCG (Bacillus Calmette–Guérin) é umas das principais vacinas utilizadas no mundo, sendo aplicada em cerca de 120 milhões de recém-nascidos anualmente. Além de prevenir contra as formas graves de tuberculose na infância, a vacina pode gerar resposta imune protetora inespecífica contra outras infecções. A vacina utilizada no estudo é a mesma aplicada em crianças.

Os participantes receberão acompanhamento periódico por até um ano, por meio de ligações telefônicas semanais e, se apresentarem qualquer sintoma sugestivo de Covid-19, poderão fazer a coleta do swab nasal para avaliar a presença de SARS-CoV-2.

Trabalhadores de saúde – São considerados trabalhadores de saúde pessoas que exercem atividade profissional em ambiente de assistência médica ou tenham contato pessoal com pacientes, tais como: enfermeiros, médicos, técnicos, fisioterapeutas, psicólogos, recepcionistas, porteiros, serviços gerais, atendimento homecare, acadêmicos em saúde em estágio hospitalar, funcionários de drogarias, agentes de saúde, entre outros.

Brace Trial – O Brace Trial é um ensaio clínico de fase III que visa avaliar se a vacinação com BCG pode reduzir o impacto da Covid-19 em trabalhadores de saúde, população mais exposta ao novo coronavírus. No total, o estudo irá vacinar 10 mil voluntários na Austrália, Reino Unido, Espanha, Holanda e Brasil. Mundialmente, o projeto é liderado pelo Murdoch Children’s Research Institute, instituto de pesquisa australiano.

Em Manaus, a previsão é que cerca de 1 mil pessoas participem do estudo, que já iniciou no Rio de Janeiro e no Mato Grosso do Sul. A pesquisa é coordenada pelo médico infectologista Marcus Lacerda.

Vacina BCG – Além de oferecer proteção contra tuberculose, ensaios clínicos realizados em diversos países apontam a ação da vacina BCG em outras infecções. Na Grécia, um ensaio clínico de revacinação com BCG em idosos demonstrou uma redução de 79% de infecções respiratórias após um um ano de acompanhamento.

Em pesquisa realizada na Guiné-Bissau, verificou-se que a vacina BCG reduziu em 38% as mortes em recém-nascidos naquele país, principalmente ao reduzir os casos de pneumonia e sepse. Na África do Sul, estudos relacionaram a vacina a uma redução de 73% nas infecções no nariz, na garganta e nos pulmões.

Para pré-cadastro e mais informações, basta acessar o link www.ipccb.org/bcgbrasil/.

FOTO: Divulgação/FMT-HVD

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar