Setembro Amarelo: Mês de prevenção ao suicídio

Por: Secretaria Municipal de Comunicação
conteúdo de responsabilidade do anunciante

Desde o início da pandemia do novo coronavírus especialistas em saúde mental de todo o mundo alertaram para os riscos que o isolamento social poderia causar na mente humana. Segundo eles, o período traria certamente um volume considerável de pessoas com transtornos e necessitadas de maior atenção. Neste mês de setembro, quando o Brasil realiza a mobilização de prevenção ao suicídio, através do “Setembro Amarelo”, torna-se ainda mais importante que as ações e informações de apoio sobre o tema sejam amplamente disseminadas.

Na tentativa de salvar cada vez mais vidas, a Prefeitura de Manaus possui uma Rede de Atenção Psicossocial, na qual todas as unidades de saúde do município estão preparadas para receber e atender pessoas com sintomas de suicídio e males relacionados. Além disso, três espaços específicos contêm equipes com profissionais multidisciplinares para tratar pessoas com sofrimento psíquico grave e persistente. Confira:
• Centro de Atenção Psicossocial III Benjamin Matias Fernandes
Endereço: Avenida Maneca Marques, nº 1916- Parque 10 de Novembro
Telefones: (92) 3214-9172/ 98842-7414
Funcionamento 24h, Acolhimento (atendimentos de primeira vez): segunda a sexta-feira, de 8h às 18h
Centro de Atenção Psicossocial III Álcool e Drogas Dr. Afrânio Soares (CAPS ad III)
Endereço: Av. Ephigênio Sales, nº5, Conjunto Jardim Espanha, Aleixo
Telefones: (92) 3644-3371/ 98842-6663
Funcionamento 24h, Acolhimento (atendimentos de primeira vez): segunda a sexta-feira, de 8h às 18h
Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil Leste (CAPSi Leste)
Endereço: Rua Santa Catarina, nº3 – Flores- próximo a praça de alimentação do Parque das Laranjeiras
Telefones: (92) 3644-3201/98842-4272
Funcionamento: segunda a sexta-feira, de 7h às 17h.

Por meio destas estruturas são realizados atendimentos presenciais individuais e em grupo, oferecidas orientação, psicoterapia e oficinas terapêuticas, entre outras atividades. Mais informações sobre o serviço podem ser adquiridas também no site da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), no seguinte endereço: https://semsa.manaus.am.gov.br/servico_acoes_saude/?t=saude-mental
Além dos CAPs, o Centro de Valorização da Vida (CVV) atende voluntária e gratuitamente, sob sigilo, todas as pessoas que querem conversar sobre suicídio e assuntos relacionados. A ligação para o CVV, que atua em todo o Brasil em parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS), por meio do número 188, é gratuita e pode ser feita de qualquer linha telefônica fixa ou celular.
Dados são alarmantes
Considerado um problema de saúde pública, o suicídio mata, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), um brasileiro a cada 45 minutos e uma pessoa a cada 45 segundos em todo o mundo. São 32 brasileiros mortos por dia. No Amazonas, Manaus mantém sua posição entre os três municípios do Estado com maior índice de suicídio.
Para que mais vidas sejam preservadas, é necessário que as informações que visam combater este mal cheguem não apenas a pessoas que estejam prestes a cometer o suicídio, mas também às pessoas próximas, a qualquer cidadão que possa vir a evitar um caso deste. O primeiro passo é estar atento a possíveis sinais de alerta. Entre eles, a mudança de comportamento e postura, a preocupação com a própria morte ou a falta de esperança são sinais que devem ser observados.
O “Setembro Amarelo” é uma campanha que trabalha a conscientização sobre a prevenção ao suicídio, e discute a realidade desse agravo no país e alternativas para evitá-lo. Você que conhece alguém com estes sinais, ligue para o 188. E você que não conversa ou não vê mais soluções, ligue também para o 188. Você não está só. Nós te ouvimos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Fechar