Fazendo charme: bicho preguiça é flagrado passeando no calçadão da Ponta Negra

Com a interdição temporária do Complexo Turístico Ponta Negra, em razão do isolamento social devido a pandemia do novo coronanavírus, causador da Covid-19, um ilustre morador de uma árvore do espaço turístico, um bicho-preguiça, aproveitou para passear no calçadão e, em seguida, retornar, calmamente, ao seu habitat. A cena chamou a atenção dos servidores do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), órgão da Prefeitura de Manaus que gerencia o espaço, e de guardas municipais, que seguem a serviço no local.

Segundo o guarda municipal Adriano Gomes, que fez o registro em foto e vídeo, como a área encontra-se sem movimento, o filhote desceu das árvores. “Há um outro casal habitando o espaço. Estava quente no dia em que o filhote desceu em busca de outra árvore, mas ele acabou se perdendo e indo passear no calçadão”, contou o servidor, que presenciou a cena na última sexta-feira, 24/4.

A Ponta Negra, na zona Oeste da cidade, está com a praia interditada desde o dia 22/3. A medida é parte das determinações do prefeito Arthur Virgílio Neto para estimular o isolamento social e proteger a população do contágio pela doença. A interdição foi alinhada entre a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e o Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb). Ao contrário do que circulou em redes sociais, o complexo turístico não voltou a funcionar.

“Estamos buscando coibir de todas as maneiras a proliferação da Covid-19, então, por orientação do prefeito Arthur Neto e do secretário municipal de Saúde Marcelo Magaldi, a Ponta Negra segue interditada, o comércio no local está fechado, sem funcionamento. A população precisa estar ciente de que não pode se dirigir até lá para se divertir e acabar causando uma aglomeração perigosa para a propagação do vírus”, explica o diretor-presidente do Implurb, Cláudio Guenka.

Para reduzir ainda mais o fluxo de pessoas que buscam o local para fazer caminhadas e corridas, foram reduzidas e desligadas parte da iluminação pública. Com isso, a prefeitura reforça o pedido para que as pessoas evitem sair e realizar atividades esportivas em público, uma vez que estudos apontam que corridas e caminhadas podem espalhar o vírus num raio de até 10 metros. A prática de exercícios físicos deve ser feita em casa.

A Guarda Municipal e a Polícia Militar estão atuando nos acessos ao complexo e balneário, orientando quem insiste em frequentar o local, sobre os riscos de aglomerações. “A Guarda Municipal ficará presente na Ponta Negra 24 horas para cumprir a decisão do prefeito que tem pedido isolamento nesse período. Portando, o acesso à praia segue proibido”, observa o secretário-chefe da Casa Militar, Antônio Brandão, acrescentando que a Prefeitura de Manaus também recomenda que a população não frequente outras praias e flutuantes da capital.

Desde o dia 17/3, a agenda de eventos do Complexo Turístico Ponta Negra está suspensa temporariamente, por decreto. A prefeitura, seguindo orientações de prevenção e controle ao novo coronavírus, também suspendeu a realização de eventos culturais e religiosos.

Com a interdição da Ponta Negra, a prefeitura determinou a suspensão de linhas que atendem ao complexo, durante os domingos, e a redução da frota nos demais dias da semana. As linhas que sofreram essas mudanças, são 120, 450, 678 e 641. Os usuários têm como opção para esta área da zona Oeste as linhas 126 e 003, que não estão interrompidas aos domingos.

— — —

Texto – Cláudia Valle / Implurb

Fotos e vídeo – Divulgação / Semcom

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar