Polícia Militar realiza testes rápidos em policiais para detecção de Covid-19

Medida faz parte de conjunto de ações para dar suporte aos profissionais da segurança e conter a proliferação do novo coronavírus

A Polícia Militar do Amazonas, dando continuidade a suas ações preventivas de cuidados com a tropa, passou a realizar testes rápidos nos policiais militares que apresentem sintomas característicos da Covid-19, causada pelo novo coronavírus. A iniciativa acontece no Hospital da Polícia Militar (HPM), no Comando Geral, bairro Petrópolis.

O sistema de triagem é realizado por meio do aplicativo Sasi, por meio do qual o policial preenche um formulário relatando os sintomas aparentes da doença. Essas informações são analisadas de forma minuciosa por uma equipe médica da corporação. Um desses profissionais entrará em contato por telefone com o militar.

De acordo com a necessidade, o paciente será submetido a uma consulta por videochamada via Skype ou presencial. Aos que apresentarem indicação para a testagem, será definida data e hora para a realização do exame, que será feito de forma específica para isolar pacientes assintomáticos, evitando o contato destes com o vírus.

“A teletriagem é uma ferramenta fundamental para mantermos o controle, evitando que pessoas que estão na policlínica por outros motivos de saúde venham a ser expostas ao vírus”, explicou o capitão médico Manoel Coelho.

Os diagnósticos devem ser emitidos em aproximadamente 30 minutos. O ideal é que a testagem seja feita a partir de sete dias, após o aparecimento dos sintomas como febre, náuseas, dor de cabeça, falta de paladar, perda de olfato, dores no corpo. Esse é o tempo médio que o corpo precisa para produzir suas defesas contra o vírus, não sendo indicado se detectado de forma precoce. Antes desse período, a chance de dar negativo é grande, mesmo a pessoa estando contaminada.

Pacote de ações – A iniciativa faz parte do pacote de medidas realizado pela corporação para dar suporte aos policiais militares e conter a proliferação do vírus. Uma equipe de médicos foi designada para atender os militares que apresentarem quadro clínico positivo. Esses policiais receberão a orientação médica necessária e poderão ser assistidos pela plataforma de videochamada.

Os policiais militares em serviço também estão recebendo equipamentos de proteção individual (EPIs), que estão sendo distribuídos diariamente desde o dia 23 de março pela Polícia Militar, como forma de preservar a saúde e o bem-estar dos agentes e de suas famílias. A distribuição é realizada pela Diretoria de Apoio Logístico (DAL) da corporação.

Também foram realizados mutirões de limpeza interna e externa em todas as viaturas administrativas, táticas e especializadas, lanchas e Unidades Operacionais, incluindo a higienização com aplicação de ozônio, que diminui as chances de proliferação do vírus causador da Covid-19. Essa higienização continua sendo realizada por meio de técnicas de ionização, que consiste na aplicação de produtos químicos e antibactericidas, ao lado dos serviços de higienização no teto, portas, cintos, colunas, carpetes, tapetes e ar-condicionados, eliminando fungos, bactérias e vírus no interior dos veículos.

Além disso, foi desenvolvido um novo módulo do aplicativo Sasi, do Governo do Estado, especificamente para proporcionar acesso a consultas virtuais e esclarecimento de dúvidas sobre o coronavírus para os policiais militares.

Está ainda sendo elaborada uma cartilha para orientar e esclarecer o policial militar sobre como as pessoas podem se proteger do vírus. O material vai apresentar informações sobre a proliferação e trazer dicas do que fazer para evitar a contaminação.

FOTOS: Divulgação/PMAM

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar