Polícias Civil e Militar realizam transferência de preso responsável por feminicídio em Barreirinha

Na noite de quinta-feira (05/03), por volta das 21h30, policiais civis da 42ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Barreirinha, em ação conjunta com policiais militares lotados no município, realizaram a transferência de Janderson Vieira de Oliveira, 33, preso pela autoria do feminicídio da companheira dele, Jucicleide Bezerra da Silva, que tinha 29 anos. O crime ocorreu na última quarta-feira (04/03), no rio Paraná do Limão, no município (a 331 quilômetros em linha reta da capital).

De acordo com o investigador Enéas Cardoso, que está respondendo interinamente pela unidade policial, na ocasião do crime, por volta das 17h, Janderson pediu que Jucicleide acompanhasse ele em uma vistoria em um local onde o casal criava animais, localizada na comunidade Paraná do Ramos. Cardoso informou que a lancha onde eles estavam, supostamente, teria virado no meio do trajeto, e Jucicleide desapareceu no rio e até o momento não foi encontrada.

“Há indícios da autoria do crime de feminicídio, pois ele tentou se evadir do local, sem ao menos comunicar as autoridades policiais sobre o fato, além de haver divergências no depoimento dele. Solicitei a ordem judicial em nome dele e o mandado de prisão foi expedido no dia 5 de março deste ano, pela juíza Larissa Padilha Roriz Penna, da Vara Única da Comarca de Barreirinha”, informou Enéas Cardoso.

O gestor da unidade policial, informou que buscas estão sendo realizadas nas proximidades do local onde a embarcação teria afundado, para localizar o corpo da mulher.

Procedimentos – Janderson foi indiciado pelo crime de feminicídio e encaminhado para a Unidade Prisional de Parintins (UPP), onde irá ficar à disposição da Justiça.

FOTO: Divulgação / PC-AM.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar