Comunidade Ouro Verde receberá recuperação viária em 35 vias

A todo vapor, o maior programa de recapeamento já realizado em Manaus segue com ações integradas por todas as zonas da capital. Nesta quinta-feira, 26/12, foi vez da comunidade Ouro Verde, no Coroado, receber os homens e máquinas da prefeitura, que levarão asfalto de qualidade para 35 vias do local, das quais dez serão totalmente recapeadas e as demais atendidas pela operação tapa-buracos. O início dos trabalhos foi acompanhado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, que também participou da ação de arborização na alameda Cosme Ferreira, plantando uma muda de oitizeiro no canteiro central da via.

“Há uma perfeita integração, primeiro entra a limpeza, depois o asfalto, aí vem o LED e o paisagismo. Assim, nós estamos dando uma nova cara as vias de Manaus”, destacou o prefeito que esteve na rua Girassol Amarelo, da comunidade Ouro verde, que recebe recapeamento reforçado com pedra brita em mais 400 metros de extensão. “Ao todo, nas dez ruas que iremos recapear, serão mais de 2,5 quilômetros de novo asfalto, melhorando a trafegabilidade e levando mais qualidade de vida aos moradores dessa área”, finalizou Arthur Neto.

Já na alameda Cosme Ferreira, o prefeito acompanhou o plantio de oito novos oitizeiros. Por meio do programa “Arboriza Manaus”, o trecho entre as rotatórias do Coroado e do São José ganhará um corredor verde com o plantio de 200 oitizeiros. As mudas, com altura variando de 1,50 a 1,80 metros, já estão sendo plantadas ao longo da via.

Segundo o prefeito Arthur Neto, é a primeira vez que o corredor viário que liga as zonas Sul e Leste da cidade recebe uma ação de arborização com essa amplitude. “Juntamente com o programa ‘Ornamenta Manaus’ já são mais de 300 mil mudas plantadas em toda a cidade, incluindo árvores e plantas ornamentais, somente na nossa gestão”, destacou.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, as intervenções do Arboriza Manaus tiraram definitivamente a cidade do ranking das menos arborizadas do país. “O trabalho é gradual e vem sendo desenvolvido em diversas áreas da cidade. Dificilmente se encontra uma avenida de Manaus que não tenha árvores em crescimento, resultado de um trabalho persistente das equipes de campo, que atendem a orientação da presidente da Comissão de Paisagismo e Urbanismo, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro”, disse.

 

Ações intensificadas no inverno

 

O período chuvoso é propício para o plantio e será aproveitado intensamente. Além do replantio para a complementação de espaços onde ocorreram perdas, o inverno possibilita um melhor índice de pegamento (termo técnico para a consolidação da muda plantada) para novas espécies, como é o caso do oitizeiro, nunca plantado antes no canteiro central da Cosme Ferreira. A escolha do oitizeiro para compor a arborização da via ocorre devido ao tamanho dos canteiros, em sua maioria com mais de um metro de largura, que permitem o desenvolvimento da árvore.

Texto – Alita Falcão / Semcom e Assessoria Semmas

Fotos – Alex Pazuello / Semcom

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar