Polícia Civil vai usar motos descaracterizadas para investigar roubos em veículos que fazem rotas de empresas

Motos descaracterizadas serão utilizadas pela Polícia Civil para investigar os roubos em ônibus do transporte coletivo e em veículos que fazem as rotas de empresas do Polo Industrial de Manaus. As motocicletas modelo XRE 300 foram doadas pela Moto Honda da Amazônia na manhã desta quarta-feira (18/09), na fábrica localizada na zona leste de Manaus.

O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, o vice-presidente da Honda, Júlio Koga, o delegado-geral, Lázaro Ramos, e o delegado-geral adjunto, Orlando Amaral, participaram do ato. As motocicletas também serão utilizadas em trabalhos administrativos.

Segundo o secretário de Segurança, a doação permitirá melhorias no trabalho de apuração e investigação de crimes na capital, sobretudo roubos a ônibus das rotas de trabalhadores.

 
“Elas vão trabalhar, após o evento, para localizar os infratores e fazer a prisão. É importante verificar que uma empresa do porte da Moto Honda está preocupada realmente com o bem-estar social, não só dos funcionários, mas com toda sociedade”, disse.

Conforme o delegado geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos, a parceria da Polícia Civil e da Moto Honda é eficiente e importante para o sistema de segurança.

 
“Isso vai melhorar muito o nosso trabalho no sentido de poder usar as motos em áreas e ruas de difícil acesso. Há dois meses, nós procuramos a Moto Honda, solicitamos e a empresa analisou nosso pedido, discutiu o uso das motos para que a Polícia Civil possa melhorar o seu trabalho. Estamos fazendo esse levantamento e, em breve, colocaremos as motos em operação”, garantiu.

De acordo com o vice-presidente da Moto Honda, Júlio Koga, a empresa valoriza ações de cidadania que tragam benefícios aos amazonenses.

 
“É muito gratificante ver o nosso produto contribuindo para a segurança da comunidade, da sociedade amazonense. Nós sempre mantivemos uma parceria com o governo, como uma empresa cidadã, pois a responsabilidade da empresa vai além do recolhimento de impostos, a geração da economia. Temos responsabilidade social”, afirmou.

FOTO: ALAILSON SANTOS/PC-AM

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar