FPS, em parceria com a Afeam, entregou mais de R$ 240 mil para novos proponentes do Crédito Solidário, em Iranduba

Benefício varia entre R$ 200 e R$ 2 mil, e vai impulsionar a renda na região

Na manhã desta quinta-feira (22/08), o Governo do Amazonas, por meio do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), em parceria com a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), entregou recurso para impulsionar a renda dos novos proponentes do Programa Crédito Solidário, na Escola Estadual Isaías Vasconcelos, avenida Rio Madeira, Centro, em Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus).

Na ação, foi entregue um total de R$ 241.200,00 para 123 novos proponentes do Programa Crédito Solidário. O evento contou com a presença da secretária executiva institucional do Programa, Alessandra Bentes, da secretária executiva de Assuntos Administrativos do FPS, Kathelen Santos e, representando a Afeam, da coordenadora do GECAT, Lucimar dos Santos. Segundo a secretária executiva do FPS, esta ação visa levar mais oportunidades para os cidadãos da região.

“Um dos principais objetivos do FPS e do governador Wilson Lima é o de aumentar cada vez mais a oportunidade para que os cidadãos do estado possam gerar renda para suas famílias”, afirmou Kathelen Santos.

Segundo a secretária executiva institucional do Programa Crédito Solidário, o objetivo da ação do Governo do Estado é atender pessoas em situação de vulnerabilidade econômica.

“O Governo do Amazonas, juntamente com a Afeam, tem o objetivo de ajudar o cidadão que está desempregado para ter uma renda mensal e ter autossustentabilidade, além de melhorar a qualidade de vida”, afirmou Alessandra Bentes.

A representante da Afeam, Lucimar dos Santos, falando aos novos proponentes do Crédito Solidário, assinalou que o crédito deve ser utilizado para a atividade declarada no atendimento e ser aplicado com reponsabilidade.

“A Afeam está abrindo as portas para vocês, juntamente com o Governo do Estado, por meio do FPS, para dar oportunidade de acesso ao crédito, e a gente pede que vocês trabalhem com responsabilidade. Este é um crédito que tem que retornar, portanto peguem o dinheiro e apliquem na atividade de vocês”, completou Lucimar.

Incentivo – Para a manicure Nagila Souza, de 22 anos, o crédito obtido por meio do programa do Governo do Estado vai ajudar na compra dos materiais para exercer o seu trabalho no município de Iranduba.

“Eu quero investir na minha área de manicure e crescer no município. Este recurso do programa Crédito Solidário vai me ajudar muito na compra dos materiais para o meu trabalho e a fazer crescer o meu negócio aqui no município de Iranduba”, afirmou Nagila.

Outra beneficiada é a vendedora de bombons, Marinês Beumino, de 40 anos, que buscou o programa Crédito Solidário para impulsionar suas vendas.

“Eu trabalho vendendo bombom, e esse dinheiro vai ser um benefício para melhorar minhas vendas. Este recurso do Crédito Solidário vai ajudar a ajeitar meu carrinho e vou ajudar meus filhos”, completou Marinês.

Crédito Solidário – O programa é voltado a pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social e econômica, buscando levar uma alternativa de crédito para micro e pequenos empreendedores que possuem uma atividade informal para investir, oferecendo recursos que servirão como capital de giro para impulsionar o seu negócio e, por meio dele, conquistar a renda fixa.

FOTOS: Yasmin Feitosa

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar