Governo do Estado desenvolve ações de segurança, turismo e conscientização no Porto de Parintins

O Governo do Estado, por meio das secretarias, vem desenvolvendo ações de segurança pública, turismo, conscientização e abordagens educativas no Porto de Parintins, durante o 54º Festival Folclórico. Pela primeira vez, a Polícia Civil implantou a Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista para atender os visitantes da Ilha Tupinambarana que chegam nas embarcações.

Além da Especializada, está ancorada no Porto a balsa da Delegacia Fluvial, focada em investigar os crimes que acontecem na área fluvial da cidade. A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), em parceria com a Polícia Militar, disponibilizou no porto agentes da Politur, policiais voltados a atender os turistas internacionais.

Serviço pioneiro também na ilha, os cães farejadores da Polícia Militar realizam revistas nas embarcações à procura de entorpecentes e materiais ilícitos. Na manhã desta quinta-feira (27/06), a cadela Vênus e o cão Mike fizeram a revista em uma embarcação recém-chegada no município.

No porto, os visitantes recebem flyers distribuídos pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped), além de orientações de Politur e Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur). A Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) promove atividades de conscientização entre os recém-chegados. A Defesa Civil também atua no Porto para prevenção de acidentes e ocorrências.

Com o objetivo de atender turistas com maior rapidez, registrar boletins de ocorrência (BOs) e acompanhar casos que precisem de investigação, a Polícia Civil implantou a delegacia do turista.

“Pela primeira vez idealizamos um atendimento mais direcionado ao público que vem chegando e precisa de algumas informações, bem como aos que venham a sofrer com a perda de documentos ou mesmo furto, ou sejam vítimas de algum outro crime e precisem de um primeiro atendimento, até porque a nossa delegacia regional fica um pouco distante do Centro. Pensando nisso, iremos manter durante o Festival um efetivo durante todo dia aqui no porto. Se for um caso mais grave, fazemos a condução com a viatura que está sempre aqui presente”, informou o delegado Sinval Barroso, que coordena as ações durante o Festival de Parintins.

A delegacia vai registrar todo tipo de crime, seja perda de documento, entrada de crianças e adolescentes na cidade, roubos, furtos. “Toda hora que chegar um barco, haverá pessoas aqui perguntando se precisam de algum atendimento. Também implementamos esse ano o canil da Polícia Civil e a Delegacia Fluvial, que é base de todas nossas operações. Sem contar que todos os crimes que ocorrem na orla são atendidos pela delegacia fluvial, contamos com uma lancha para ações rápidas da polícia”, afirmou Barroso.

A Defesa Civil também está presente no Porto de Parintins, fazendo trabalho de prevenção e monitoramento durante a chegada das embarcações. O órgão possui um centro de monitoramento climatológico na ilha e também faz vistoria em áreas alagadiças. Não somente no porto, mas na orla da cidade, a Defesa Civil vem orientando os visitantes e moradores.

“Essa atuação aqui no porto é uma ação preventiva de orientação, justamente para os brincantes que estão chegando à cidade tomarem conhecimento das atitudes preventivas que eles possam vir a tomar. Isso aí é prevenir qualquer tipo de desastre, lesões físicas, que eles venham sofrer em decorrência de qualquer eventualidade”, comentou o tenente Adailson Brito.

Abordagens – A Seped faz abordagens de sensibilização e conscientização em alguns pontos da cidade, como no Porto de Parintins. A equipe orienta sobre acessibilidade e de serviços oferecidos pelo órgão, como os cadastros no estado e Passe Legal, que também está sendo realizado na Praça da Catedral e na Feira de Artesanato.

Turismo – A Amazonastur atua com quatro pessoas para recepcionar o turista que desembarca na Ilha. Estão sendo distribuídos mapas com informações turísticas e mais brindes para o turista. Até o próximo domingo (30/06), os recepcionistas estarão de 7h às 18h, no Porto de Parintins.

Cidadania – A Sejusc realiza abordagens educativas sobre violência contra mulher, importunação sexual, feminicídio, combate à exploração sexual de crianças e adolescentes, combate ao uso abusivo de álcool e outras drogas, conscientização da violência contra a pessoa idosa, rodas de conversa sobre os direitos humanos da população LGBT e direitos humanos das mulheres.

FOTOS: Divulgação/PC-AM

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar