quarta-feira, agosto 17, 2022
InícioDestaquesFVS confirma novo caso de Doença de Chagas proveniente de Uarini

FVS confirma novo caso de Doença de Chagas proveniente de Uarini

FVS confirma novo caso de Doença de Chagas proveniente de Uarini

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) confirmou, nesta quarta-feira (19/06), um novo caso de Doença de Chagas Aguda de Transmissão Oral procedente de Uarini (a 565 quilômetros a oeste de Manaus), onde seis pessoas já haviam tido confirmação da doença. O sétimo caso é de uma paciente, de 36 anos, residente de Tefé (a 523 quilômetros a oeste de Manaus), que esteve em Uarini no período de 2 a 28 de maio de 2019.

Ao retornar para Tefé, a paciente apresentou febre e dores no corpo. Em seguida, procurou atendimento médico. Na oportunidade, foi realizada a coleta de sangue para identificação de malária, que apresentou resultado negativo. Com a persistência dos sinais e sintomas, foi realizada nova coleta de sangue, que apresentou resultado positivo para Doença de Chagas Aguda.

Segundo a coordenadora do Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde (Cievs), da FVS-AM, Liane Souza, a paciente relatou o consumo de açaí durante a permanência em Uarini. “Ao investigar o caso, a paciente consumiu o açaí do mesmo fornecedor dos primeiros casos confirmados da doença”, disse Liane, acrescentando, ainda, que a FVS aguarda o resultado de outros 40 exames realizados a partir de amostras de sangue.

A diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, afirma que a FVS é pioneira no país na capacitação dos microscopistas para além de identificarem o parasita da malária, detectarem também, o protozoário Trypanossoma cruzi, o agente da Doenças de Chagas. “Dessa forma, é possível detectar precocemente os casos e instituir, de imediato, o tratamento da doença, o que reduz o risco de formas graves e óbitos”, destacou.

Rosemary complementa, ainda, que outra estratégia bem sucedida da FVS para contenção de surto é a composição de equipes interinstitucionais por diferentes profissionais, como epidemiologistas, sanitaristas, entomologistas, laboratoristas e médico infectologista, que atuam de forma integrada e simultânea para reduzir os riscos e controlar o surto. “Na área de assistência, a FVS conta com a parceria com a Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), que durante a ação em Uarini, disponibilizou médico para conduzir treinamentos com corpo clínico, além de acompanhar e ministrar o tratamento preconizado do Ministério da Saúde”, comentou.

Transmissão – A FVS-AM alerta para os riscos de contaminação de alimentos por parasita Trypanossoma cruzi, principal transmissor da doença, principalmente, na hora da compra, preparação, conservação e consumo de alimentos. No Amazonas, a principal forma de transmissão da doença se dá por meio de ingestão de suco de açaí contaminado.

É preciso observar as condições de higiene dos manipuladores da fruta do local de venda. A FVS-AM ressalta que, além do açaí, outros alimentos também podem estar envolvidos na transmissão oral do parasita, como frutas, vegetais e respectivas preparações (como suco de cana de açúcar, buriti, bacaba); além de carne crua, sangue de mamíferos silvestres e leite cru.

Sintomas – Os doentes podem apresentar um quadro de febre constante, inicialmente elevada, diarreia, vômito, dores de cabeça e musculares. Casos complicados podem evoluir com manifestações cardíacas, além do comprometimento do fígado e do baço.

O diagnóstico precoce e o tratamento imediato previnem as formas crônicas da doença e a ocorrência de óbitos. A FVS-AM realiza, de forma sistemática, o treinamento dos microscopistas da malária para que também realizem o diagnóstico oportuno para Doença de Chagas.

A principal forma de prevenção é evitar que o inseto forme colônia nas frestas de telhados e paredes. Além disso, no caso de consumo de produtos in natura, é necessário conhecer bem a procedência do alimento. O tratamento da doença está disponível em todas as unidades da rede pública de saúde.

ARTIGOS RELACIONADOS
spot_img

MAIS populares