Quadrilha, ciranda, boi-bumbá e samba animam última noite do Festival da Cultura Popular

O 1º Festival da Cultura Popular, promovido no parque Ponte dos Bilhares, com apoio da Prefeitura de Manaus,  encerrou na noite deste domingo, 16/6,  em grande estilo. O evento reuniu 1.250 brincantes pertencentes a 25 grupos folclóricos, ao longo de cinco dias de programação,  fechando a última noite ao ritmo do maracatu, quadrilha junina, ciranda, boi-bumbá e samba, manifestações raízes da cultura popular.

“Um presente do prefeito Arthur Virgílio Neto para a cidade nesses 350 anos de Manaus”, afirmou o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior.  Segundo ele, a expectativa é de que o festival se torne referência para a cultura popular da cidade. “A partir de hoje, o festival entra no calendário dos festejos juninos da cidade. Só temos a agradecer pela bela festa e ao nosso prefeito Arthur Virgílio Neto pelo cuidado com o parque Ponte dos Bilhares, situado numa área de preservação”, afirmou o secretário. Para ele, o evento só engrandece o parque e reforça o cuidado que a população dos bairros do entorno deve ter para o com o espaço. “Localidades como Chapada, Vieiralves e São Jorge sabem do comprometimento da gestão municipal com esse parque”, afirmou.

O evento, realizado pelo Grupo de Acesso Oficial da Cultura Popular,  contou  com o apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) e Conselho Municipal de Cultura (Concultura). “O mérito maior do evento foi o de resgate das manifestações culturais, em uma festa bonita, realizada com segurança e em um parque que é uma referência para a cidade e precisava reviver essas manifestações da cultura popular”, destacou o vice-presidente do Conselho Municipal de Cultura (Concultura), poeta Celdo Braga.

Na última noite de festa, as apresentações ficaram por conta do Maracatu Eco da Sapopema, as quadrilhas Festança, Revolução na Roça e Rosas da Noite, Ciranda Brotinhos do Coroado, boi bumbá Galante da Praça 14 e escola de samba Reino Unido da Liberdade, campeã do Carnaval 2019. A comerciante Lene Coelho, 52, ficou entusiasmada com as cinco noites de festa. “Fizeram um trabalho maravilhoso de recuperação do parque e as atividades que estavam faltando agora voltaram para as famílias, com segurança. Estou gostando demais do parque como espaço de lazer para as famílias e o festival ter vindo para  cá foi maravilhoso”, comemorou.

De acordo com o gestor dos Bilhares, Diego Pacheco, a partir desta segunda-feira, 17/6, o parque retoma as atividades esportivas desenvolvidas em parceria com a Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e lazer (Semjel). “As famílias voltaram a transitar com segurança e estaremos de domingo a domingo oferecendo alternativas de atividades físicas acompanhadas a partir das 6h da manhã”, afirmou Diego, destacando que o parque conta hoje com a presença da Ciclopatrulha da Polícia Militar e a Guarda Municipal.

 

Texto – Júlio Pedrosa/Semmas

Fotos – Nathalie Brasil / Semcom e anexo

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar