Home / Destaque / Prefeitura reforça necessidade de vacina contra o sarampo

Prefeitura reforça necessidade de vacina contra o sarampo

A Prefeitura de Manaus está reforçando o alerta para a necessidade de vacinação contra o sarampo de pessoas dos grupos prioritários que ainda não tenham recebido o imunobiológico. Dados do Informativo Epidemiológico de Monitoramento dos Casos de Sarampo nº 15, divulgado nesta terça-feira, 19/6, pela Sala de Situação de Vigilância em Saúde, dão conta de que jovens adultos de 20 a 29 anos já representam a faixa etária com o maior número de casos suspeitos da doença em Manaus, com 20,8% do total de notificações.

“O aumento de casos entre jovens adultos mostra a necessidade de que esse público procure uma Unidade de Saúde para se imunizar contra a doença”, afirma o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, alertando que a vacina contra o sarampo está disponível na rotina diária de serviços de saúde da rede municipal para pessoas na faixa etária de seis meses a 49 anos de idade.

Segundo os dados do boletim, aumentou para 263 o número de casos confirmados da doença. Na semana passada, o informativo indicava a existência de 147 pessoas doentes. Ao todo, foram feitas 1.441 notificações. Deste total, 109 foram descartados e 1.069 seguem sendo investigados em laboratório. Os dados revelam que no período de uma semana, o número de registros na faixa etária de 20 a 29 anos, passou de 188 para 300.

A informação foi divulgada durante reunião da Sala de Situação, composta por representantes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) e da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado.

A diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), enfermeira Marinélia Martins Ferreira, explica que até o 14º Informativo Epidemiológico, divulgado no dia 12 de junho, a faixa etária com maior número de notificações era a de crianças de um a cinco anos de idade, mas que a cada semana já era possível perceber uma mudança na faixa etária de ocorrência da doença em Manaus.

“Desde o início do surto de sarampo no município, no mês de fevereiro, as crianças estavam sendo as mais atingidas e, considerando o maior risco para o desenvolvimento de complicações pela doença nessa faixa etária, executamos uma série de ações para fortalecer a imunização desse público. Com isso, deve ocorrer um menor registro de número de casos da doença em crianças de até cinco anos”, explica Marinélia.

Em relação aos 263 casos confirmados, a faixa etária de crianças de um a cinco anos ainda registra o maior número de casos com 24,3%, seguido da faixa etária de seis a 11 meses de idade (21,7%) e do grupo de 20 a 29 anos (17,9%). “Mesmo com o maior número de casos confirmado ainda registrado entre crianças de um a cinco anos, o novo informativo mostrou um aumento na faixa etária de 20 a 29 anos, passando de 21 para 47 casos confirmados no período de uma semana”, informa a enfermeira.

Também de acordo com o novo informativo, a zona Norte ainda registra o maior número de notificações (36,6%), seguida da zona Leste (30,3%), Sul (19,0%), Oeste (12,8%) e Rural (1,3%).

 

Campanha

A Campanha Municipal contra o Sarampo, iniciada no dia 14 de abril, atingiu 81,17% do público alvo, estimado em 191.585 crianças de seis meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias.

Veja Também

MPF ajuíza ação de improbidade administrativa contra ex-prefeito de Barreirinha (AM)

O Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas ingressou com ação de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de ...

Confirmada a primeira morte por sarampo, em Manaus

Segundo a Semsa, o menino, que não havia sido vacinado, apresentou os primeiros sintomas como ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Content is protected !!