Home / Destaque / Em nota, Detran-AM diz que despachantes presos não são funcionários do órgão

Em nota, Detran-AM diz que despachantes presos não são funcionários do órgão

O diretor-presidente do Detran-AM, Vinicius Diniz, esclarece que, embora os despachantes sejam profissionais credenciados junto ao órgão, eles não são funcionários, não possuem vinculo empregatício, logo não podem ser identificados como “despachantes do Detran”. A atuação desses profissionais junto ao órgão se dá por meio da representação outorgada pelo usuário dos serviços do Detran-AM, seja na área de veículos ou Habilitação. E para que eles possam exercer esse papel precisam estar regularizados junto ao Sindicato da categoria.

No caso dos envolvidos na operação “Chancela” deflagrada pela Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira, nenhum deles estava credenciado junto ao órgão.

Em relação aos Certificados de Registro de Licenciamento Veicular (CRLV), documentos sem preenchimento (em branco) apreendidos durante a operação, o Detran-AM informa que esses fazem parte de um lote furtado das dependências da unidade do órgão, no município de Iranduba, em  2012, acontecimento que já é alvo de inquérito instaurado pela Polícia Civil.

A direção do Detran-AM esclarece que tem adotado inúmeras providencias para frear a ação dos falsos despachantes, conhecidos como zangões. Uma dessas medidas começou a ser colocada em prática, a partir da inauguração da nova sede, quando passou a ser feita a triagem das pessoas que procuram o órgão de acordo com o serviço demandado.

O diretor-presidente Vinicius Diniz afirma que o Detran-AM está acompanhando o desenrolar das investigações e que está colaborando com a Polícia Civil.

Veja Também

Ex-apresentador de TV e Rádio está entre os presos por pedofilia

Marcelo Eiji Harada foi preso, nesta quinta-feira (17), acusado de manter conteúdo pornográfico infantil. O ...

Vídeo: Acidente gravíssimo deixa mulher presa às ferragens na Ponta Negra

Uma mulher ficou presa às ferragens do carro que dirigia na Avenida Coronel Teixeira, a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!