DestaqueSaúde

Mutirão de ressonância no HPS Zona Norte acelera tratamento de pacientes

Um mutirão de ressonância realizado neste fim de semana, no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) da Zona Norte, atendeu 24 pacientes que esperavam pelo exame de imagem para seguir com seus tratamentos em três prontos-socorros da capital.
Realizados aos sábados, os mutirões têm funcionado como estratégia da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) para atender às demandas das unidades da rede por exames especializados, resultando na conclusão de diagnósticos, indicação de cirurgias e, consequentemente, maior rotatividade nos leitos disponíveis nos hospitais.
“O mutirão deste sábado (09/03) foi muito produtivo, porque conseguimos atender todos os pacientes agendados. A ação é importante, pois ajuda na continuidade do tratamento desses pacientes, que, muitas das vezes, só aguardam o exame de imagem para realizar uma cirurgia, por exemplo”, declarou a enfermeira responsável pelo setor de ressonância do HPS Zona Norte, Ana Paula de Paiva.
Atualmente, o HPS Zona Norte é a unidade referência para as unidades da rede estadual de urgência e emergência dando suporte na realização de exames de ressonância e tomografia. O pronto-socorro também atende os pacientes agendados por meio do Sistema de Regulação (Sisreg). Os pacientes atendidos no mutirão de sábado fazem tratamento nos prontos-socorros João Lúcio, 28 de Agosto e Platão Araújo.
Dos 24 exames, 18 foram em pacientes do HPS João Lúcio, localizado na zona leste de Manaus. Cinco procedimentos foram de ressonância de vias biliares, 5 de crânio, 3 de coluna cervical, 3 de coluna lombar, um de joelho e um de pelve.
Os três pacientes do HPS 28 de Agosto (zona centro-sul) e os três do HPS Platão Araújo (zona leste) realizaram ressonâncias de vias biliares. O mutirão iniciou às 6h30 e foi concluído às 18h.
“Esses pacientes que fizeram ressonância de crânio estão com tumor, e estavam na dependência desses exames para seguirem com seus tratamentos”, complementa a enfermeira.
Na sua rotina normal, o HPS Zona Norte realiza em média 30 exames de ressonância magnética por dia, de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h.
Trabalharam no mutirão uma enfermeira, duas técnicas em enfermagem, um técnico em radiologia e um médico, que ficou responsável por emitir os laudos. Os pacientes atendidos foram definidos pelas unidades onde eles estão internados. Os atendimentos foram confirmados na sexta-feira (08/03), um dia antes dos exames.
FOTO: DIVULGAÇÃO/SUSAM
Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios