DestaquePolicia

Um homem de 21 anos foi preso por policiais militares da 29ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) na noite de quarta-feira (6/2), após atirar na cabeça da própria mulher. A vítima tinha 20 anos e ainda chegou a ser conduzida ao Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, na zona leste, mas já chegou à unidade hospitalar sem vida.


De acordo com policiais militares, os dois estavam em uma festa em uma residência localizada na rua Seringal, no Mauazinho, quando o homem efetuou o disparo. Após atingir a vítima, ele pediu ajuda a um vizinho para que prestasse socorro à mulher.

O homem chegou a ir até o hospital em busca de notícias sobre a mulher, mas, após denúncias de populares, foi preso acusado de cometer o crime. Ele confessou o fato e disse que entregou a arma utilizada no crime a um amigo, que ainda não foi localizado.

Segundo a titular da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM), delegada Débora Mafra, o homem já responde por roubo e tráfico de drogas.

“O homicídio, suposto feminicídio, será apurado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Ela nunca registrou nenhuma ocorrência de relacionamento abusivo, mas é muito triste essa situação. Ela já deveria viver um relacionamento abusivo, mas nunca denunciou”, disse a delegada.

O caso foi registrado na DEHS e, após os procedimentos cabíveis, o homem ficará à disposição da Justiça.

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios